Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Categorias

  • Nenhuma categoria

Blog

  • 30 ago

    Intervenção de Rogério Fernandes na Fachada do CentoeQuatro

    Detalhes

    Leia mais
  • 24 ago

    Lançamento do livro ” Cinema e Literatura”

    A atual adida de cooperação e ação cultural da embaixada da França no Brasil, Sylvie Debs, lança o livro Cinema e Literatura no Brasil – Os mitos do sertão: emergência de uma identidade nacional.

    Sua pesquisa trata da literatura e do cinema brasileiro, notadamente do Nordeste e do cinema contemporâneo, apoiada sobre eixos fundamentais: a reflexão, a constituição, a projeção da identidade nacional e as relações entre a literatura de cordel e cinema. Dentre as publicações mais recentes de Sylvie Debs, destacam-se Patativa do Assaré ( São Paulo, Hedra, 2000) e Brésil:I´atelier des cinéastes ( Paris, L´Harmattan, 2004) em fase de tradução para o português.

    O Livro foi traduzido e lançado no Brasil pela editora Interarte e a segunda edição será lançada em Belo Horizonte pela renomada editora C/Arte com patrocínio da Vallourec & Mannesmann, Usiminas, Banco BMG, Instituto Antônio Mourão Guimarães, apoio cultural do CentoeQuatro e produção da Akala.

    Paulo Paranaguá, na introdução deste livro, escreve: ” O cinema é um negócio muito sério para ser deixado apenas entre cinéfilos e a literatura só tema  ganhar ao ser confrontada com outras expressões”. E aí está a inovação deste livro: por meio da análise da produção artística cinematográfica e literária, ele se introduz no coração da “fábrica” de elementos essenciais da brasilidade: o índio, o negro, o mestiço e os personagens típicos do Nordeste, que são o cangaceiro, o beato, o coronel, o contador, o contador de estórias …

    A autora

    Sylvie Debs é doutora em Literatura Comprada e Geral pela Universidade Le Mirail de Toulouse, tem se dedicado à pesquisa sobre cultura brasileira. Na França, publicou livros e artigos sobre culturas populares, o cordel, a poesia oral e a cantoria, a literatura e o cinema brasileiros. Após o lançamento a autora deixará o Brasil para se tornar adida cultural na cidade de Mexico – DF.

    No período de 04 anos que é adida de cooperação e ação culural da embaixada da França no Brasil, coordenou as ações que envolveram as comemorações do Ano da França no Brasil, bem como a assinatura do acordo de cooperação descentralizada entre Minas Gerais e a região Nord Pas de Calais, assim que acordos entre universidades franceses e brasileiras.

    Detalhes

    Leia mais
  • 17 ago

    Dia da Fotografia no CentoeQuatro

    O processo de invenção da fotografia é complexo. Pesquisadores na França, na Inglaterra e no Brasil chegaram a alguns resultados em épocas próximas, no século XIX. Mas um evento marcou o nascimento da fotografia: Foi a apresentação oficial  da fotografia, em 19 de agosto de 1839, pelo político e cientista François Arago na Academia de Ciências e Artes de Paris. Naquela data o processo, denominado então “Daguerreótipo”, desenvolvido pelos franceses Louis Jacques Mande Daguerre e Nicéphore Niépce, se tornava de domínio público, uma doação do governo francês ao mundo.

    Detalhes

    Leia mais
  • 16 ago

    BH Soul: A cultura black de Belo Horizonte

    Documentário que retrata a cultura urbana do soul em Belo Horizonte, ligada à música e à dança funk dos anos setenta.
    Os eventos do Gênero que acontecem na cidade, como o Baile da Saudade e o Quarteirão do Soul, são o ponto de partida de uma pesquisa histórica que mergulha nas décadas de setenta e oitenta. Época em que os dançarinos de soul vinham da periferia para o centro da cidade, com seus cabelos ouriçados e trajes a caráter para dançar em clubes como o lendário Máscara e vadiar por aí, driblando a repressão da época.

    Detalhes

    Leia mais
  • 16 ago

    Uma parceria entre Dudude e CentoeQuatro

    CONVERSAÇÃO SOBRE com Dudude Herrmann* (BH) e Rose Akras* (SP, BR/HOL)

    A proposta do Conversação sobre é compartilhar os processos criativos realizados no Atelier da artista Dudude, em Casa Branca (Brumadinho – MG), através de um bate-papo com a comunidade artística de Belo Horizonte.

    * Artistas  atuantes no universo da dança contemporânea, as duas artistas abordarão assuntos correlatos à dança, sob o ponto de vista da relação vida/arte.
    Dudude Herrmann atua no campo da improvisação e da performance.
    Rose Akras teve sua formação de dança em São Paulo, Londres, Nova Iorque e Amsterdam. Trabalhou como bailarina e coreógrafa no Brasil, Estados Unidos e Europa. É docente de pesquisa do movimento na Hoge School voor Kunsten, Studio for Theater e no Institute for Somatic Movement Studies, em Amsterdam. Com sua formação diversificada, Rose tem colaborado com outros artistas com videomakers, atores, artistas plásticos, coreógrafos e bailarinos. Nos últimos anos apresentou suas criações na mostra de performance Verbo, organizada pela Galeria Vermelho em São Paulo, e em galerias de Amsterdam.

    Detalhes

    Leia mais