Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Categorias

  • Nenhuma categoria

Blog

19 out

[em cartaz] Que Horas ela Volta?

[7ª semana] Que Horas ela Volta?

Um retrato do Brasil dividido.
As relações de poder e afeto entre patrões x empregados
Novo longa de Anna Muylaert discute
o velho e o novo Brasil
através das figuras da empregada obediente
e de sua filha libertária.

Prêmio de Público no Festival de Berlim
Prêmio de Atriz para Regina Casé no Festival de Sundance

Direção: Anna Muylaert | Brasil/SP, 2015, 110 min

Com Regina Casé, Camila Márdila, Michel Joelsas, Karine Teles e Lourenço Mutarelli

Sinopse: Val é uma nordestina que deixa sua filha aos cuidados de parentes em Pernambuco para trabalhar como babá numa família de classe alta em São Paulo. Treze anos mais tarde, ela tornou-se uma segunda mãe para o menino Fabinho. A ação do filme começa quando Jéssica, sua filha adolescente vai para São Paulo prestar vestibular. Sua personalidade forte mexe na hierarquia social da família e consequentemente questiona a rigidez dos papéis sociais vigentes.

→ de 22 a 28 de outubro de 2015
(exceto 5ª e 2ª, dias 22 e 26 de outubro)
Horário: 17h
Entrada R$ 10 / R$ 5 (meia entrada)
Classificação indicativa: 14 anos

SOBRE O FILME

Produzido pela Gullane em associação com Africa Filmes e coprodução Globo Filmes, o drama que já foi vendido para 22 países da Europa, Ásia e Oceania e tem estreia no Brasil marcada para dia 27 de agosto, com distribuição da Pandora Filmes “Esse filme pode ser visto como social, mas não é só isso. Minha abordagem não é julgar os personagens e suas ações, mas sim mostrar a verdade de maneira crua.” declara a diretora Anna Muylaert.

Que horas ela volta? apresenta diversas questões do Brasil contemporâneo através de uma história de amor materno. A ação se passa quase que totalmente dentro de uma casa de classe média alta do bairro do Morumbi em São Paulo. Ali reproduz-se não apenas a arquitetura, mas também os costumes sociais e o jogo de afetos desenhados para nós desde o período Colonial. Val, a antiga empregada que ajudou a criar Fabinho, o filho único do casal é tratada como se fosse quase da família. Mas quando sua filha Jéssica vem a São Paulo prestar vestibular e instala-se no meio da casa, as regras sociais até então invisíveis tornam-se visíveis e os velhos costumes são desequilibrados. Fica claro que ali não ha espaço para a filha da empregada. Só que não.

SOBRE A DIRETORA

Diretora e roteirista, Anna Muylaert nasceu em São Paulo, em 1964. Estudou cinema na Eca / USP. Foi crítica de cinema da revista IstoÉ e do jornal O Estado de São Paulo. Dirigiu os longas “Durval Discos”, 2001 (Melhor filme, de júri, publico e crítica no Festival de Gramado em 2002), “É Proibido Fumar”, 2009 (Melhor filme do júri e da crítica Festival de Brasília 2009) e “Chamada a Cobrar” (2011). Colaborou nos roteiros dos longas metragens “O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias”, “Xingu”, de Cao Hamburger e “Praia do Futuro”, de Karim Ainouz, entre outros. Na TV participou das equipes de criação dos programas “Mundo da Lua” e “Castelo Rá-Tim-Bum”, na TV Cultura; “Disney Cruj”, no SBT; “Um Menino Muito Maluquinho”, na TV Brasil. Já na HBO, participou dos roteiros de “Filhos do Carnaval”, “ Alice” e dirigiu 2 episódios de “Preamar”. Fez a direção geral da série “As Canalhas”, no GNT. Em janeiro de 2014 rodou o longa “Que Horas ela Volta?” (Melhor Atriz Festival de Sundance 2015 e prêmio do público da Mostra Panorama/ Berlinale 2015). Em novembro 2014 filmou o longa “Mãe Só Há Uma”, em fase de montagem. É mãe de José e Joaquim.

CARREIRA INTERNACIONAL

“Que Horas Ela Volta?” é o filme brasileiro recente com maior carreira internacional. Além de ter sido premiado nos festivais de Sundance e em Berlim, foi vendido para 22 países na Europa, Ásia e Oceania. No último verão europeu já foi lançado em diversos países dentre eles: França, Itália, Espanha, Bélgica, Suíça e Holanda. Na França foi lançado em 24 de junho com mais de 100 cópias em 120 cidades, conquistando um público de 105 mil espectadores em 3 semanas. Na Alemanha será lançado em 52 cidades. Na Itália, foi lançado em 4 de junho em 70 cidades, conquistando um público de 70.000 em 3 semanas. Na Espanha, foi lançado em 24 de junho em 11 cidades, conquistando um público de quase 15.000 no primeiro final de semana.

FESTIVAIS E PREMIAÇÕES

Em agosto de 2014 a produção participou do Festival Internacional de Cinema de Locarno na seleção “Carte Blanche”. No Festival de Sundance, que ocorreu entre 22 de janeiro a 01 de fevereiro de 2015, participou da seleção World Competition onde foi aplaudido de pé. O júri concedeu às atrizes Regina Casé e Camila Márdila o prêmio especial do júri de melhor atriz. No Festival de Berlim, em fevereiro de 2015, “Que Horas Ela Volta?” ganhou o prêmio de melhor filme da audiência na Mostra Panorama com um total de 31.200 votos do público, concorrendo com mais de 30 filmes. Também no Festival de Berlim recebeu o prêmio CICAE Art Cinema concedido pela “International Confederation of Art House Cinema”, júri independente do festival. No festival francês 3 Valenciennes o filme ganhou o prêmio de Melhor filme e também melhor atriz para Regina Casé. No festival de Valletta na Ilha de Malta, Anna Muylaert ganhou o prêmio de melhor direção.

Deixe um comentário