Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Categorias

  • Nenhuma categoria

Blog

01 mai

BDMG Cultural apresenta a XIª edição do Prêmio BDMG Instrumental

O BDMG Cultural apresenta nos dias  6, 7 e 8 de maio de 2011, a XIª edição do Prêmio BDMG Instrumental, no Centro Cultural Cento e Quatro. Os ingressos custam R$ 2,00 (inteira) e R$ 1,00 (meia). A renda  será destinada ao “Projeto Social Raio de Luz”.

Clique aqui, confira a agenda dos shows e participe do evento.

A comissão julgadora, composta por músicos arranjadores, compositores de música instrumental e jornalistas com especialidade em crítica musical, avaliará o desempenho dos finalistas, que devem apresentar duas músicas autorais e um arranjo de um clássico da MPB.

A grande final acontecerá no domingo, dia 8, às 19 horas. Serão escolhidos os quatro vencedores, que receberão R$8 mil, cada um,  e realizarão shows em Belo Horizonte e no SESC de São Paulo. No evento, serão escolhidos também o “Melhor Arranjo” e o “Melhor Instrumentista”.

Nesta décima primeira edição, dois selecionados não participarão da final. Os músicos Hugo Soares e Jonathans Marques, por motivos pessoais, decidiram não integrar o grupo que se apresentará no evento que encerra o Prêmio BDMG Instrumental. Para evitar imprevistos, a comissão julgadora pré-selecionou o Grupo Mirante – formado por Juninho de Sá, Edson Viana, Breno Mendonça, Tiago Guimarães e Conrado – e o guitarrista Eduardo Pio, que passam a integrar o grupo de músicos que disputa o prêmio final.

Confira abaixo, o perfil dos participantes selecionados do XI  Prêmio BDMG Instrumental:

:: Bernardo FabrisSaxofonista
Bernardo Fabris é carioca. Concluiu seu doutorado em Música pela UFRJ, é mestre pela UFMG na linha de pesquisa “Performance Musical” e, bacharel em Música, com habilitação em saxofone, pela mesma instituição. Atualmente, leciona no Departamento de Música da UFOP. Em seu grupo Quinteto, atua como intérprete, compositor e arranjador. Apresentou-se ao lado de músicos como os americanos Maria Schneider e Mike Hashim. Já participou de importantes festivais de música instrumental, além de ter ministrado oficinas nas cidades de Ouro Preto, Ouro Branco e Itabira. Em seu currículo, participações em discos da Banda Sinfôinia da UFMG e do compositor Claude Guillard, entre outros.

:: Chico Bastos –Violonista
Natural de Itabirito, Chico Bastos é violonista, compositor, arranjador e multi-instrumentista. Graduou-se em música pela UFOP, tendo como professor Rufo Herrera. Em seu currículo, estudos com Ian Guest, Cristovão Bastos, Luciana Rabello, Toninho Carrasqueira, entre outros. Em 2004, o músico venceu a terceira edição do prêmio Jovem Instrumentista BDMG. Atua no cenário musical como professor de Cordas Populares na Escola de Música de Nova Lima, além de coordenar a Escola de Música de Rio Acima. Faz parte do grupo Siricotico, como cavaquinista e flautista.

:: Marcelo Jiran – Pianista, Bandolinista e Saxofonista

Foto: Élcio Paraíso

Natural de Belo Horizonte, Marcelo Jiran é pianista, multi-instrumentista, compositor, poeta, arranjador e produtor fonográfico. Autodidata, compôs sua primeira canção aos oito anos. É formado em Teoria Geral da Música pela UFMG e, no seu currículo, estão parcerias com Murilo Antunes e Paulinho Pedra Azul. Em 2010, lançou seu primeiro CD independente, “Porta-Retratos”. Jiran foi finalista da décima edição do BDMG Instrumental e, hoje, é o atual Presidente do Clube do Choro em BH.

:: Thiago Delegado – Violonista

Thiago “Delegado” é de Belo Horizonte. Começou a tocar violão de forma autodidata e, atualmente, dedica-se ao estudo do violão de 7 cordas. Em 2008, aprimorou seus estudos com Celso Moreira, como um dos vencedores do Jovem Instrumentista BDMG. Foi selecionado, como revelação, pelo Programa Música Minas e Novos Talentos do Jazz e, finalista, da décima edição do BDMG Instrumental. Seu primeiro disco, “Serra do Curral”, venceu o prêmio Marco Antônio Araújo, como o melhor disco instrumental de 2010 em Minas Gerais. Atualmente, é violonista e diretor musical dos cantores Vander Lee e Aline Calixto, além de realizar shows de divulgação de seu CD.

:: Marcos Frederico – Bandolinista

Natural de Belo Horizonte, Marcos Frederico é bandolinista, violonista e compositor. Estudou violão e teoria musical na Fundação Clóvis Salgado. Em 2010, teve seu nome indicado para o Prêmio SINPARC, de melhor trilha sonora de teatro infantil e foi eleito o melhor instrumentista na décima edição do prêmio BDMG Instrumental. Marcos produziu seu primeiro CD, “Sinuca”, em 2007, sendo lançado no exterior, com o apoio do Clube do Choro de Paris.

:: Cristiano Vianna – Violonista e Marcelo Chiaretti – Flautista
Cristiano Vianna é natural de Belo Horizonte. Violonista, cantor e compositor, é fundador do grupo de samba Copo Lagoinha. Estudou durante sete anos na Fundação de Educação Artística. Natural do Rio de Janeiro, Marcelo Chiaretti foi aluno de composição na UFMG. O arranjador e compositor é professor da Fundação de Educação Artística desde 2000 e, também, fundou o grupo Corta Jaca. Parceiros de longa data, tocaram no Copo Lagoinha, por vários anos, mas, desde 2009, iniciaram um projeto dedicado à composição instrumental, tendo como inspiração a linguagem do choro contemporâneo.

:: Sergio Starling – Violonista, Guitarrista e Bandolinista
Mineiro, de Belo Horizonte, Sergio Starling é bacharel em violão pela UFMG. Autodidata, iniciou sua formação musical aos 15 anos. Estudou improvisação com o guitarrista Beto Lopes e choro com Sebastião Idelfonso. Em 2003, foi o vencedor do festival “Conexão Telemig Celular”, com a banda MonoOsso e chegou à semi-final do II Concurso Nacional de Violão José Lucena Vaz. Sergio fundou, em 2004, o duo de violões “Duovideodó”, em parceria com o violonista Daniel Christófaro.

:: Wagner Souza –Trumpetista
Nascido em Juiz de Fora, Wagner Souza cursou teoria musical e iniciação em trumpete pela Sociedade Euterpe Monte Castelo, em sua cidade natal. Foi aluno dos professores e orientadores Marcelo Martins, Dudu Lima, Walmer Carvalho, Márcio Hallack, entre outros. Participou do Savassi Festival 2010, ao lado do pianista Mauro Continentino. Hoje, atua em shows, turnês e gravações com diversos artistas, entre eles, Elza Soares, Biquíni Cavadão e Emmerson Nogueira.

:: Eduardo Pio - Guitarrista
Eduardo Pio é belo horizontino. Guitarrista, violonista, arranjador e compositor, iniciou-se na música como autodidata, aos 15 anos de idade. Depois, estudou com o professor e guitarrista Thiago Nunnes e ingressou, em 2004, na UEMG, no curso de bacharelado em violão erudito. Entre 2005 e 2008, integrou a banda “MJ’S”, além de participar, como guitarrista, da Orquestra MUSIARTO (Orquestra do Centro Universitário Newton Paiva). Atualmente, é regente e diretor artístico do Casa Voz – Grupo Vocal. Atua, também, como violonista e arranjador da banda Black Sopa e faz parte do Ghamba Quarteto.

:: Hugo Silva – Contrabaixista
Hugo Silva é paulista. Estudou, durante dois anos na Pro-Music e na UEMG. Arranjador e produtor técnico, é formado pela Universidade de Música Popular Brasileira – Bituca. Atualmente, cursa licenciatura em contrabaixo na Unicor. Em seu currículo, parcerias com Leci Estrada, Dudu Braga e Experimental Espinha de Peixe. O músico está em fase de produção do seu primeiro álbum instrumental.

:: Luis LeiteViolonista

Luis Leite é do Rio de Janeiro. O violonista e compositor, é bacharel e mestre pela Universidade de Música de Viena. Influenciado, desde cedo, por diferentes estilos musicais, possui uma intensa atividade internacional, se apresentando ao lado de grandes nomes do jazz. Seu trabalho já foi divulgado em mais de 20 países e premiado em vários concursos de violão.

:: Grupo Mirante
O Grupo Mirante surgiu em 2001, através da iniciativa do músico Edson Viana, que é baixista e compositor. Ele recrutou os jovens músicos Tiago Guimarães (tecladista), Juninho de Sá (guitarrista), Jorginho (baterista) e Breno (saxofonista) para fazer parte do seu projeto. Graduados pela Universidade de Música Popular Bituca, em Barbacena, o grupo foi vencedor do Projeto Raízes, em 2004 e, em 2009, ficou em primeiro lugar no De Olho no Palco, realizado pela Universidade Bituca. Neste ano, os integrantes do Mirante se preparam para a gravação do primeiro álbum do grupo.

Detalhes

Deixe um comentário