Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Categorias

  • Nenhuma categoria

Blog

18 jun

Gastrophonic: Guilherme Castro, Avelar Jr. e Léo Dias

Gastrophonic é um projeto solo do compositor, produtor e guitarrista Guilherme Castro. Ele parte da expansão semiótica de poemas de sua própria autoria para uma versão sonora que dialogue com a tradição da canção popular brasileira. E esse espaço de diálogo é propiciado pela utilização de conceitos e práticas da música concreta e eletrônica, bem como noções sobre sistemas musicais interativos.

Programações em Max/MSP (ambiente de programação voltado para a elaboração de sistemas interativos) foram desenvolvidas para o gerenciamento e controle de sinais de áudio para performance em tempo real, onde processamento digital e execução musical acompanhada por fonogramas se fundem em uma apresentação com organicidade e expressividade.

Se valendo da interação simbólica entre signos sonoros e poéticos, o artista recria o conceito de canção na busca por uma sonoridade única e ímpar, onde a sutileza e o cuidado timbrístico ressaltam as possibilidades semióticas dos poemas.

O ARTISTA

Guilherme Castro é bacharel em composição, mestre em música, ambos pela UFMG (na área de música e tecnologia), além de ser doutorando em música na UNICAMP. É membro da am band SOMBA, da qual é fundador, além de compositor, guitarrista e produtor. Atualmente é professor do curso de licenciatura em música do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix.

Já trabalhou como músico, técnico de som e produtor musical de diversas produções mineiras da nova safra de artistas, como os álbuns “Moira” (Maísa Moura), “A Outra Cidade” (Makely Ka, Kristoff Silva e Pablo Castro), “Autófago” (Makely Ka), “O equilíbrio do mundo” (Vezga), “Abbey Roça” (SOMBA), “Clube da Esquina dos Aflitos” (SOMBA), “Cuma?” (SOMBA), “Ventos de Outono” (Cálix), entre outros.

You must be logged in to post a comment.