Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Categorias

  • Nenhuma categoria

Blog

14 dez

Low-Fi faz show de lançamento do seu primeiro álbum

Influências da soul music, estrutura harmônica do rock and roll e suingue brasileiro. Esse é o som que emerge do CD Ready for rock, que o Low-Fi lança, no dia 17 de dezembro, às 21h, aqui no CentoeQuatro. Com letras em português e em inglês, o primeiro álbum resume o trabalho da banda, que, entre composições e releituras, demonstra originalidade e personalidade marcantes.

“Nossa música tem influência direta do rock dos anos 70, da música da Motown, James Brown (e seu trio fundamental: Freddy Wesley, Maceo Parker e Pee Wee Ellis) e Tom Waits, além de muitas outras tendências trazidas por cada integrante da banda”, detalha o vocalista e saxofonista Elio Silva. No palco, além dele, o Low-Fi é formado por Del Cabral (bateria e vocal), Rafael Pimenta (baixo) e Délio Esteves (guitarra e vocal).

O disco tem participações especiais de Leo Lima e Marcos Pimenta, que fizeram os backing vocals em todas as músicas, e do diplomata-músico francês Allain Sarragose, guitarrista na faixa No Crime — ele enviou o arquivo de aúdio pela internet, direto da Espanha, onde mora atualmente. Deco Lima faz um rap na faixa Sinceramente; Paulo Costa, o Paulinho do Skank, toca trompete em O filho predileto do RajneeshI’m shure e Gabriel Guedes, guitarra na faixa Divertir. “Gabriel é multi-instrumentista, e apesar de todo o bandolim e de toda a influência do Clube da Esquina, posso dizer que ele é roqueiro, sua alma é roqueira; acho que é reencarnação de algum daqueles malucos dos anos 70”, arrisca.

A estrutura da banda possibilita uma experiência interessante: trazer de volta ao rock o saxofone. “O instrumento foi fundamental nos primórdios do ritmo e, com ele —mais que rock—, nossa ideia é fazer música contemporânea com sabor vintage”, detalha.

No CD, faixas como Sinceramente, Seu Segredo e Divertir, atestam o conceito Low-Fi, que se traduz também em releituras inusitadas, como a versão para Negue, música de Adelino Moreira e Enzo de Almeida, eternizada na voz de Nelson Gonçalves, e O filho predileto do Rajneesh, música de Rubinho Troll (gravada na década de 80 pelo Sexo Explícito) e regravada pelo Pato Fu .

O áudio foi captado e editado no REC Studio, de Belo Horizonte, por Alexandre Martins, responsável, por exemplo, pelo som do filme ‘Blindness’, que no Brasil levou o título “Ensaio sobre a cegueira”. A programação visual do CD foi baseada em imagens produzidas pelo fotógrafo Eustáquio Neves, premiado profissional que usa técnicas alternativas para manipular negativos e cópias. A foto da capa do disco do Low-Fi está em exposição atualmente no Masp.

:: Sábado, 17 de dezembro de 2011
Horário: 21h
Couvert: R$12,00
Café 104
Informações e reservas: 3222-6457

Low-Fi | Ready for love by centoequatro

Detalhes

Deixe um comentário