Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Filtrar por data

Como Chegar

Praça Ruy Barbosa, 104 | Centro
Belo Horizonte | MG | 30.160-000
Telefone: (31) 3222-6457
contato@centoequatro.org

Funcionamento:
Café 104, Cine 104 e espaços multiuso: consulte a programação

Acesso para deficientes

Detalhes

Agenda

04 ago

Deixa na régua [ Primeira Semana }

Direção – Emílio Domingos
Brasil, 2015, 1h25m

→ 4 de agosto
Horário: 19h

Entrada R$ 12 / R$ 6 (meia entrada)
Classificação 12 anos

No dia, 4 de agosto, sexta-feira, haverá sessão comentada do Deixa na régua, com participação de Emílio Domingos, ele vai conversar com o público sobre os caminhos de construção de sua obra. O encontro será logo após a sessão no Café do 104.

Emílio Domingos

Cineasta, cientista social, pesquisador e roteirista, principalmente na área de documentários. Realiza trabalhos de Antropologia Visual com foco em cultura urbana, através de pesquisas sobre funk, samba e hip hop. Atualmente cursa mestrado pelo Programa de Pós Graduação em Cultura e Territorialidades pela UFF.

Como diretor realizou os longas: “Deixa na Régua”, vencedor do Prêmio Especial do Júri do Festival de Cinema do Rio (2016), “A Batalha do Passinho”; vencedor da Mostra Novos Rumos do Festival do Rio (2016), “L.A.P.A.”; Melhor Filme no Festival Câmera Mundo, na Holanda (2008). Dirigiu os curtas: “A Palavra Que Me Leva Além: Histórias do Hip Hop Carioca”, “Quando Xangô Apitar”, “O Bloco Está na Rua”, “Pretinho Babylon”, “Cante um Funk Para um Filme”, “Minha Área” e “As Aventuras de Biliu na Cidade Perdida”, “Família Tetra” e”. Fez também os videoclipes “Alteração (ÉA!); de Bnegão e os Seletores de Frequência; “Para Onde Irá Essa Noite” e “Cira, Regina e Nana”; de Lucas Santtana, “No Balanço da Canoa”; de Maga Bo” e “Curimba Riddim”; de DigitalDubs. “O Passinho é Show”; de Vinimax, “Te Ensinar Meu Quadradinho”; do Bonde do Passinho,

Como pesquisador trabalhou em filmes como “Mistério do Samba”, “Viva São João”, “Pierre Verger” e “Sou Feia Mas Tô na Moda”; com diretores como João Salles, Breno Silveira, Lula Buarque de Hollanda, Andrucha Waddington e Carolina Jabor.

Para a TV realizou pesquisa para o programa “Esquenta” e ainda foi o responsável pela pesquisa de repertório para os CDs “Tudo Azul”, da Velha Guarda da Portela e “Universo ao Meu Redor”, de Marisa Monte. Foi responsável pela pesquisa de imagens para a video instalação sobe a história dos bailes black que fará parte do acervo do novo Museu da Imagem e do Som do Rio (MIS-RJ).

Sinopse

Os salões de barbeiro das favelas e dos subúrbios são os lugares onde a nova estética da periferia nasce e se expande. Ponto de encontro dos jovens, os “barbeiros” se tornaram espaços de troca dessa juventude. “Deixa na Régua” entra nesse universo e, entre cortes, giletes e tesouradas, mostra o que se passa na cabeça dos barbeiros e de seus clientes. Do mesmo diretor de A Batalha do Passinho.

Detalhes

Vá de ônibus, táxi, bicicleta ou metrô | Próximo a Estação Central de metrô

Detalhes