Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Filtrar por data

Como Chegar

Praça Ruy Barbosa, 104 | Centro
Belo Horizonte | MG | 30.160-000
Telefone: (31) 3222-6457
contato@centoequatro.org

Funcionamento:
Café 104, Cine 104 e espaços multiuso: consulte a programação

Acesso para deficientes

Detalhes

Agenda

10 ago 16 ago

Rifle [ Brasília 2016 ]

Direção – Davi Pretto
Brasil, 2016, 1h40m
Com Dione Avila de Oliveira, Evaristo Goularte, Andressa Goularte, Elizabete Nogueira, Livia Goularte, Francisco Fabrício Dutra dos Santos e Sofia Ferreira

→ 10 a 16 de agosto (exceto 13 e 14 de agosto)
Horário: 19h

Entrada R$ 12 / R$ 6 (meia entrada)
Classificação 12 anos

Sinopse

Dione é um jovem misterioso que vive com uma família em uma região rural e remota. A tranquilidade da região é afetada quando um rico fazendeiro tenta comprar a pequena propriedade que Dione e a família vivem.

Sobre o filme – Felipe Moraes para Metropoles

“Rifle” narra conflitos por terra no Brasil rural

Com uma estética naturalista e quase documental, o longa gaúcho “Rifle”* narra uma série de situações extremas ambientadas no Brasil rural. Mais curioso ainda é perceber como o filme parte das tensões entre agricultura familiar x agronegócio para compor um personagem enigmático, dono de angústias misteriosas e capaz de atos abruptos de violência.

Dione, um jovem interiorano do Rio Grande do Sul, é abordado certo dia na cerca da propriedade por um suposto empresário, que revela interesse pelas terras. É a modernização se avizinhando de uma família simples. A namorada de Dione até prefere que as terras sejam vendidas. O pai dela, aqui e ali, também dá sinais de cansaço.

O que começa como uma espécie de “Aquarius” rural – um personagem desconfia do progresso, resiste à especulação imobiliária e sofre as consequências dessa escolha – logo se transforma num interessante exercício de gênero.

Faroeste regionalista

Pois Pretto está mais interessado em expedientes pessoais do que sociais. Há uma longa sequência em que Dione, depois de tanto alisar o rifle, protagoniza uma sequência de filme de ação.

Ele ainda não sofreu nenhuma nova abordagem ou assédio dos figurões que desejam adquirir as terras. Mesmo assim, Dione ajeita a mira e atira em carros que trafegam pelos arredores. Dentro de uma fabricação de filme de suspense, Pretto encontra a medida certa para um faroeste minimalista de defesa de forte.

Entre caminhadas solitárias e contradições pessoais, “Rifle” funciona como a crônica de um pária perdido entre a cidade e o campo. Apesar de certas arestas de roteiro, Pretto consegue transcender o mero registro de fundo social e formar uma narrativa que se equilibra bem entre naturalismo regional e elementos de filme de gênero.

Detalhes

Vá de ônibus, táxi, bicicleta ou metrô | Próximo a Estação Central de metrô

Detalhes