Pular a navegação e ir direto para o conteúdo


Categorias

  • Nenhuma categoria

Blog

  • 06 dez

    VIII Semana Venezia Cinema | Programação 09 de dezembro

    19h | L’intervallo
    Itália/Alemanha/Suiça – 2012, 86‘
    Língua Italiano e Dialeto napolitano
    Direção:Leonardo Di Costanzo
    Elenco: Francesca Riso, Alessio Gallo, Carmine Paternoster, Salvatore Ruocco, Antonio Buil, Gean Ivys Morand

    Sinopse: Um rapaz e uma moça presos em um enorme prédio abandonado de um bairro popular. Um deve vigiar a outra. Ela é a prisioneira e ele é obrigado pelo chefe do bando na região a fazer o papel de carcereiro. Apesar da pouca idade, ambos são bem crescidos. Veronica se comporta como uma mulher madura e sem preconceitos, Salvatore como homenzinho que deve se preocupar com o trabalho e a tranquilidade. Assim, diante da violência daquela reclusão, os dois jovens têm reações diversas: Veronica impacienta-se e revolta-se; Salvatore é mais resignado e acomodado, não se sabe se por medo ou realismo. Ambos são vítimas, mas é como se cada um culpasse o outro pela própria prisão. Com o passar das horas, porém, a hostilidade entre os dois se transforma numa intimidade inevitável, feita de descobertas e confissões recíprocas. Entre as paredes daquele lugar isolado e assustador, Veronica e Salvatore encontram um modo de reacender os sonhos e impressões de uma adolescência abandonada muito cedo.

    21h | Gli equilibristi
    Italia/França, 2012 -100’
    Direção: Ivano De Matteo
    Elenco: Valerio Mastandrea, Barbara Bobulova, Grazia Schiavo, Antonio Gerardi, Antonella Attili, Stefano Masciolini, Giorgio Gobbi, Francesca Antonelli, Damir Todorovic, Antonio Tallura

    Sinopse: Giulio tem 40 anos e uma vida aparentemente tranquila. Uma casa alugada, um trabalho fixo, um carro adquirido a prestação, uma filha rebelde mas simpática e um garoto amável e sonhador, uma mulher que ama e trai. Giulio é descoberto pela mulher, que o abandona, e seu mundo encantado de repente desaba. Mas o que acontece com um casal que nos dias de hoje “ousa” se separar? Através de uma série de eventos, ora trágicos, ora irônicos, Os equilibristas nos leva para o mundo de um homem que de repente descobre como é fácil estar a um passo de perder tudo.

    Detalhes

    Leia mais
  • 06 dez

    VIII Semana Venezia Cinema | Programação 08 de dezembro

    19h | È stato il figlio
    Itália/França, 2012 – 90‘
    Direção: Daniele Ciprì
    Do romance È stato il figlio de Roberto Alajmo
    Elenco: Toni Servillo, Giselda Volodi, Fabrizio Falco, Aurora Quattrocchi, Benedetto Raneli, Alfredo Castro

    Sinopse: A família Ciraulo vive na periferia de Palermo. Nicola, o pai, esforça-se para manter todos, revendendo a sucata de navios em desmanche. A vida deles, mesmo em meio a essa realidade difícil, é tranquila. Um dia, uma bala perdida, disparada em um acerto de contas, causa a morte da filha mais nova. O desespero é imenso. Surge pelo menos o fio de esperança de uma mudança econômica, quando Giacalone, o vizinho, sugere que Nicola reclame uma indenização para vítimas da máfia ao Estado. Após várias peripécias tragicômicas, o valor é acertado. Esperando logo conseguir o dinheiro, a família começa a gastar antes de receber, endividando-se com todo mundo. Nicola cai nas mãos de um agiota, amigo de Giacalone. Quando finalmente chega o dinheiro, o valor que sobra é pouco após o pagamento das dívidas. A família Ciraulo não tem uma conta no banco. O dinheiro é depositado sobre a mesa com toda a família ao redor que deve decidir como investi-lo. Cada proposta é prontamente recusada por Nicola, que somente no final apresenta a sua: comprar uma Mercedes. Esse carro é o símbolo da riqueza, a única prova para muita gente de que você escapou da miséria. Mas para a família Ciraulo a Mercedes se transformará no símbolo da Miséria da Riqueza, instrumento de derrota e ruína.

    21 | Un giorno speciale
    Itália – 2012, DCP cor, 90’
    Direção: Francesca Comencini
    Do romance Il cielo con un dito de Claudio Bigagli
    Elenco: Filippo Scicchitano, Giulia Valentini

    Sinopse: Gina e Marco são muito jovens e decididos a se tornarem “alguém”. Uma manhã, encontram-se numa periferia conturbada às portas de Roma. Ela tem uma entrevista com um político que poderia dar-lhe boas referências e ajuda-la a entrar no mundo do espetáculo, ele é o taxista que está encarregado de leva-la à entrevista. É a ocasião que ambos esperavam. O primeiro dia de trabalho. A entrada no mundo das pessoas importantes. Mas nada acontece como deve ser. O político, ocupado com uma sessão parlamentar que se estende infinitamente, adia de hora em hora a entrevista deixando os dois num limbo de espera que logo se transforma num dia especial. Um dia que os levará do interior ao centro da capital, em que os dois jovens aprendem a se conhecer. Mas o futuro imediato está sempre à espreita. Exatamente quando Marco e Gina tiraram a máscara e entraram um na pele do outro esquecendo-se de tudo – até da entrevista que apenas algumas horas antes parecia tão importante para eles – surge repentinamente o telefonema tão esperado. Depois, quando Marco leva Gina para casa, já caiu a noite e o silêncio entre eles. Suas vidas mudaram.

    Detalhes

    Leia mais
  • 06 dez

    VIII Semana Venezia Cinema | Programação 07 de dezembro

    Horário: 19h | Roma,ore 11
    Itália – 1952, 105’
    Direção: Giuseppe De Santis
    cópia restaurada e cedida pelo Centro Sperimentale di Cinematografia –Cineteca Nazionale di Roma, por ocasião dos 60 anos da primeira projeção.
    Elenco: Lucia Bosé, Carla Del Poggio, Raf Vallone e Massimo Girotti, 
O filme baseia-se na pesquisa conduzida por Elio Petri, que foi assistente de direção do filme, depois de um fato trágico acontecido em Roma, em 1951. O roteiro, além de pelo próprio De Santis, é assinado por Cesare Zavattini, Basilio Franchina, Rodolfo Sonego e Gianni Puccini.

    Sinopse: respondendo a um anúncio de jornal, duzentas garotas apresentam-se na via Savoia, em Roma, para conseguir um lugar de datilógrafa num escritório de contabilidade. Numa Itália desgastada pelo desemprego, mas ainda mais pela impossibilidade das mulheres encontrarem trabalho, chegam para a entrevista moças de todos os tipos e níveis sociais: nobres arruinadas, prostitutas que buscam mudar de vida, esposas de maridos desempregados, filhas de ex-abastados cuja pensão não é suficiente para sobreviver. Aglomeradas nas escadas do pequeno edifício, elas trocam impressões e falam de suas existências feitas de miséria e expedientes para viver. Uma briga pela prioridade na fila transforma a espera em tragédia: o parapeito das escadas cede destruindo um a um os degraus, fazendo as mulheres caírem. Muitas ficam feridas e uma delas, Anna Maria Baraldi, morre. Levadas ao hospital, vem a amarga descoberta: para serem tratadas, é preciso pagar uma diária de 2.300 liras. Muitas delas são obrigadas a voltar para casa porque não podem pagar.

    Horário: 21h | Bella Addormentata
    Itália/França, 2012 – 115’
    Direção: Marco Bellocchio
    Elenco: Toni Servillo, Isabelle Huppert, Alba Rohrwarcher, Michele Riondino, Maya Sansa, Pier Giorgio Bellocchio, Brenno Placido, Fabrizio Falco, Gian Marco Tognazzi

    Sinopse: Tudo acontece em seis dias, em vários lugares da Itália, os últimos dias de Eluana Englaro, cuja história se desenvolve como pano de fundo. Personagens de fantasia de diversas crenças e ideologias cujas aventuras se conectam emocionalmente a esta história, numa reflexão existencial sobre o porquê da vida e da esperança, apesar de tudo. Um senador deve escolher entre votar ou não votar numa lei que vai contra sua consciência, desobedecendo à orientação do partido, enquanto sua filha Maria, ativista do movimento pela vida, faz uma manifestação diante da clínica onde está internada Eluana. Roberto, juntamente com o irmão, milita no outro fronte laico. Um “inimigo” pelo qual Maria se apaixona. Em outro lugar, uma grande atriz busca na fé e no milagre a cura da filha, há anos em coma irreversível, sacrificando, assim, sua relação com o filho. Por fim, a angustiada Rossa que quer morrer, mas um jovem médico de nome Pallido se opõe com todas as forças ao suicídio. E contra qualquer expectativa, no final do filme, um despertar para a vida…

    Veja a programação completa.

    Detalhes

    Leia mais
  • 06 dez

    VIII Semana Venezia Cinema | Programação 06 de dezembro

    Até o dia 09 de dezembro o Cine 104 recebe a VIII Semana Venezia Cinema no Brasil que traz uma seleção de filmes italianos apresentados durante a 69ª Mostra Internazionale d’Arte Cinematografica de Veneza. A programação é gratuita e todos os filmes terão legenda em português. Veja a programação completa e abaixo o que vai rolar hoje, 06 de dezembro, segundo dia da mostra:

    19h | Gli equilibristi
    Italia/França, 2012 -100’
    Direção: Ivano De Matteo
    Elenco: Valerio Mastandrea, Barbara Bobulova, Grazia Schiavo, Antonio Gerardi, Antonella Attili, Stefano Masciolini, Giorgio Gobbi, Francesca Antonelli, Damir Todorovic, Antonio Tallura

    Sinopse: Giulio tem 40 anos e uma vida aparentemente tranquila. Uma casa alugada, um trabalho fixo, um carro adquirido a prestação, uma filha rebelde mas simpática e um garoto amável e sonhador, uma mulher que ama e trai. Giulio é descoberto pela mulher, que o abandona, e seu mundo encantado de repente desaba. Mas o que acontece com um casal que nos dias de hoje “ousa” se separar? Através de uma série de eventos, ora trágicos, ora irônicos, Os equilibristas nos leva para o mundo de um homem que de repente descobre como é fácil estar a um passo de perder tudo.

    21h | L’intervallo
    Itália/Alemanha/Suiça – 2012, 86‘
    Língua Italiano e Dialeto napolitano
    Direção:Leonardo Di Costanzo
    Elenco: Francesca Riso, Alessio Gallo, Carmine Paternoster, Salvatore Ruocco, Antonio Buil, Gean Ivys Morand

    Sinopse: Um rapaz e uma moça presos em um enorme prédio abandonado de um bairro popular. Um deve vigiar a outra. Ela é a prisioneira e ele é obrigado pelo chefe do bando na região a fazer o papel de carcereiro. Apesar da pouca idade, ambos são bem crescidos. Veronica se comporta como uma mulher madura e sem preconceitos, Salvatore como homenzinho que deve se preocupar com o trabalho e a tranquilidade. Assim, diante da violência daquela reclusão, os dois jovens têm reações diversas: Veronica impacienta-se e revolta-se; Salvatore é mais resignado e acomodado, não se sabe se por medo ou realismo. Ambos são vítimas, mas é como se cada um culpasse o outro pela própria prisão. Com o passar das horas, porém, a hostilidade entre os dois se transforma numa intimidade inevitável, feita de descobertas e confissões recíprocas. Entre as paredes daquele lugar isolado e assustador, Veronica e Salvatore encontram um modo de reacender os sonhos e impressões de uma adolescência abandonada muito cedo.

    Veja a programação completa.

    Detalhes

    Leia mais
  • 05 dez

    VIII Semana Venezia Cinema | Dia 05 de dezembro

    Até o dia 09 de dezembro o Cine 104 recebe a VIII Semana Venezia Cinema no Brasil que traz uma seleção de filmes italianos apresentados durante a 69ª Mostra Internazionale d’Arte Cinematografica de Veneza. A programação é gratuita e todos os filmes terão legenda em português. Veja a programação completa e abaixo o que vai rolar hoje, 05 de dezembro, segundo dia da mostra:

    19h | Un giorno speciale
    Itália – 2012, DCP cor, 90’
    Direção: Francesca Comencini
    Do romance Il cielo con un dito de Claudio Bigagli
    Elenco: Filippo Scicchitano, Giulia Valentini

    Sinopse: Gina e Marco são muito jovens e decididos a se tornarem “alguém”. Uma manhã, encontram-se numa periferia conturbada às portas de Roma. Ela tem uma entrevista com um político que poderia dar-lhe boas referências e ajuda-la a entrar no mundo do espetáculo, ele é o taxista que está encarregado de leva-la à entrevista. É a ocasião que ambos esperavam. O primeiro dia de trabalho. A entrada no mundo das pessoas importantes. Mas nada acontece como deve ser. O político, ocupado com uma sessão parlamentar que se estende infinitamente, adia de hora em hora a entrevista deixando os dois num limbo de espera que logo se transforma num dia especial. Um dia que os levará do interior ao centro da capital, em que os dois jovens aprendem a se conhecer. Mas o futuro imediato está sempre à espreita. Exatamente quando Marco e Gina tiraram a máscara e entraram um na pele do outro esquecendo-se de tudo – até da entrevista que apenas algumas horas antes parecia tão importante para eles – surge repentinamente o telefonema tão esperado. Depois, quando Marco leva Gina para casa, já caiu a noite e o silêncio entre eles. Suas vidas mudaram.

    21h | È stato il figlio
    Itália/França, 2012 – 90‘
    Direção: Daniele Ciprì
    Do romance È stato il figlio de Roberto Alajmo
    Elenco: Toni Servillo, Giselda Volodi, Fabrizio Falco, Aurora Quattrocchi, Benedetto Raneli, Alfredo Castro

    Sinopse: A família Ciraulo vive na periferia de Palermo. Nicola, o pai, esforça-se para manter todos, revendendo a sucata de navios em desmanche. A vida deles, mesmo em meio a essa realidade difícil, é tranquila. Um dia, uma bala perdida, disparada em um acerto de contas, causa a morte da filha mais nova. O desespero é imenso. Surge pelo menos o fio de esperança de uma mudança econômica, quando Giacalone, o vizinho, sugere que Nicola reclame uma indenização para vítimas da máfia ao Estado. Após várias peripécias tragicômicas, o valor é acertado. Esperando logo conseguir o dinheiro, a família começa a gastar antes de receber, endividando-se com todo mundo. Nicola cai nas mãos de um agiota, amigo de Giacalone. Quando finalmente chega o dinheiro, o valor que sobra é pouco após o pagamento das dívidas. A família Ciraulo não tem uma conta no banco. O dinheiro é depositado sobre a mesa com toda a família ao redor que deve decidir como investi-lo. Cada proposta é prontamente recusada por Nicola, que somente no final apresenta a sua: comprar uma Mercedes. Esse carro é o símbolo da riqueza, a única prova para muita gente de que você escapou da miséria. Mas para a família Ciraulo a Mercedes se transformará no símbolo da Miséria da Riqueza, instrumento de derrota e ruína.

    Detalhes

    Leia mais
  • 03 dez

    Fotos de João Castilho e Rodrigo Braga ocupam o metrô até 05/12

    Estão expostas no metrô de Belo Horizonte até o dia 05/12, obras dos artistas João Castilho(MG) e Rodrigo Braga (PE). A estação do São Gabriel abriga três peças fotográficas em gigantografia da série “Desejo Eremita” do artista Pernambucano e, a estação Santa Tereza, exibe a série “Chão é Céu”, de Castilho.

    Fotografia de João Castilho exposta na estação Santa Tereza

    As exposições são parte da mostra Ebó: Oferendas artísticas, que integra o 6º FAN – Festival de Arte negra de Belo Horizonte e tem curadoria do artista visual e antropólogo Francilins.

    Fotografia de Rodrigo Braga em exposição na estação São Gabriel

    Rodrigo Braga é natural do Amazonas, cresceu em Recife e atualmente mora no Rio de Janeiro. Neste momento também participa da Bienal Internacional de São Paulo, da Mytologies, na Shisido Galery em Tóquio, Japão e é artista convidado do Salão de Paranaense de Arte. Em novembro recebeu o prêmio PIPA e lançou o livro Ciclos Alterados, uma edição do Instituto Tomie Otake em parceria com o MAMAM-PE, que conta com textos de Paulo Herkenhoff.

    João Castilho é um dos expoentes da arte em Minas Gerais, também participa da exposição Mytologies, no Japão, além de mostras na Guatemala e em Paris. Lançou neste ano o livro Pulsão Escópica e participou da Mostra Rumos Itaú de Artes Visuais.

    Detalhes

    Leia mais
  • 03 dez

    Belo Horizonte recebe a oitava edição da mostra Venezia Cinema

    De 04 a 09 de dezembro o Cine 104 recebe a VIII Semana Venezia Cinema no Brasil que traz uma seleção de filmes italianos apresentados durante a 69ª Mostra Internazionale d’Arte Cinematografica de Veneza. A programação é gratuita e todos os filmes terão legenda em português.

    Entre os seis filmes selecionados, cinco são um panorama da produção cinematográfica contemporânea italiana que concorreram no último Festival de Veneza: Bella Addormentata  de Marco Bellocchio, È stato il figlio de Daniele Ciprì e  Un giorno speciale de Francesca Comencini, apresentados na seleção official e L’intervallo de Leonardo Di Costanzo e Gli equilibristi de Ivano De Matteo no concurso Orizzonti, todos com grande sucesso de público e crítica. O sexto filme, Roma ore 11 (1952) de Giuseppe De Santis, um clássico do neo-realismo italiano, foi apresentado na noite de pré-abertura da Mostra de Cinema de Veneza deste ano, por ocasião dos 60 anos de sua primeira projeção, em cópia restaurada pelo  Centro Sperimentale di Cinematografia da Cineteca Nazionale de Roma.

    Veja a programação completa e abaixo o que vai rolar amanhã, 04 de dezembro, primeiro dia da mostra:

    Horário: 19h | Bella Addormentata
    Itália/França, 2012 – 115’
    Direção: Marco Bellocchio
    Elenco: Toni Servillo, Isabelle Huppert, Alba Rohrwarcher, Michele Riondino, Maya Sansa, Pier Giorgio Bellocchio, Brenno Placido, Fabrizio Falco, Gian Marco Tognazzi
    Sinopse: Tudo acontece em seis dias, em vários lugares da Itália, os últimos dias de Eluana Englaro, cuja história se desenvolve como pano de fundo. Personagens de fantasia de diversas crenças e ideologias cujas aventuras se conectam emocionalmente a esta história, numa reflexão existencial sobre o porquê da vida e da esperança, apesar de tudo. Um senador deve escolher entre votar ou não votar numa lei que vai contra sua consciência, desobedecendo à orientação do partido, enquanto sua filha Maria, ativista do movimento pela vida, faz uma manifestação diante da clínica onde está internada Eluana. Roberto, juntamente com o irmão, milita no outro fronte laico. Um “inimigo” pelo qual Maria se apaixona. Em outro lugar, uma grande atriz busca na fé e no milagre a cura da filha, há anos em coma irreversível, sacrificando, assim, sua relação com o filho. Por fim, a angustiada Rossa que quer morrer, mas um jovem médico de nome Pallido se opõe com todas as forças ao suicídio. E contra qualquer expectativa, no final do filme, um despertar para a vida…

    Horário: 21h | Roma,ore 11
    Itália – 1952, 105’
    Direção: Giuseppe De Santis
    cópia restaurada e cedida pelo Centro Sperimentale di Cinematografia –Cineteca Nazionale di Roma, por ocasião dos 60 anos da primeira projeção.
    Elenco: Lucia Bosé, Carla Del Poggio, Raf Vallone e Massimo Girotti, 
O filme baseia-se na pesquisa conduzida por Elio Petri, que foi assistente de direção do filme, depois de um fato trágico acontecido em Roma, em 1951. O roteiro, além de pelo próprio De Santis, é assinado por Cesare Zavattini, Basilio Franchina, Rodolfo Sonego e Gianni Puccini.
    Sinopse: respondendo a um anúncio de jornal, duzentas garotas apresentam-se na via Savoia, em Roma, para conseguir um lugar de datilógrafa num escritório de contabilidade. Numa Itália desgastada pelo desemprego, mas ainda mais pela impossibilidade das mulheres encontrarem trabalho, chegam para a entrevista moças de todos os tipos e níveis sociais: nobres arruinadas, prostitutas que buscam mudar de vida, esposas de maridos desempregados, filhas de ex-abastados cuja pensão não é suficiente para sobreviver. Aglomeradas nas escadas do pequeno edifício, elas trocam impressões e falam de suas existências feitas de miséria e expedientes para viver. Uma briga pela prioridade na fila transforma a espera em tragédia: o parapeito das escadas cede destruindo um a um os degraus, fazendo as mulheres caírem. Muitas ficam feridas e uma delas, Anna Maria Baraldi, morre. Levadas ao hospital, vem a amarga descoberta: para serem tratadas, é preciso pagar uma diária de 2.300 liras. Muitas delas são obrigadas a voltar para casa porque não podem pagar.

    Entrada gratuita com retirada de ingressos uma hora antes do início da sessão. Todos os filmes terão legendas em português.

    Veja a programação completa.

    Detalhes

    Leia mais